Brecha na lei federal permite aplicativos irregulares no Brasil, por isso PMPA busca regulamentação para fiscalizar


A regulamentação do uso de aplicativos para o transporte privado de passageiros é a única forma legal para que a Prefeitura de Porto Alegre, através da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), possa fiscalizar o trabalho dos motoristas parceiros da multinacional norte-americana e de outras empresas que ingressarem no mercado. Esta justificativa foi apresentada pelo prefeito Jo
ler mais

Pouco mais de 1,2 mil pessoas participam de audiência pública no Gigantinho para discutir os aplicativos irregulares na Capital


O projeto de lei que permite a Uber e outras empresas operarem na Capital foi objeto de discussão durante audiência pública convocada pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Cássio Trogildo (PTB). O evento aconteceria no dia 22 de junho, mas por falta de acomodações na “Casa do Povo”, foi realizado na noite do dia 5 deste mês, no Gigantinho, local amplo com capacidade para cerca
ler mais

Uber ainda é irregular e ilegal!!!


Notícia veiculada na semana passada na imprensa dá conta de que o Tribunal de Justiça do RS liberou o uso de aplicativo para o transporte individual de passageiros. A notícia foi divulgada de forma a induzir a opinião pública sobre um fato que ainda não aconteceu. A diretoria do Sindicato dos Taxistas de Porto Alegre (Sintáxi) ingressou com uma ação na Vara Cível, no dia 25 de mai
ler mais

Sintáxi vai reapresentar a proposta de criação do táxi-executivo


Hoje, dia 5, a sociedade porto-alegrense terá a oportunidade de dizer se quer um sistema de táxi eficiente e de qualidade ou simplesmente pretende quebrar e falir o modal regulamentado por lei, que transporta cerca de 150 mil pessoas por mês. Durante a audiência pública, que será realizada no Ginásio Gigantinho, a partir das 19h, a diretoria do Sindicato dos Taxistas de Porto Alegre (Sin
ler mais

Propostas apresentadas pelos licitantes fogem da realidade de mercado


Pela primeira vez na história do sistema de táxi de Porto Alegre está sendo realizada uma licitação para o ingresso de novas permissões. A diretoria da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) comemora o sucesso do certame, que apresentou 511 concorrentes disputando 89 vagas (5,75 licitantes para cada outorga). Se for confirmada a relação dos vencedores o órgão público muni
ler mais

Surpresa na abertura dos envelopes: licitante quer pagar mais de R$ 756 mil por uma permissão de táxi na Capital


Finalmente “as cartas foram colocadas na mesa” e a licitante, Susiane Aparecida Schuetz Ramos, abriu um Royal Straight Flush - a maior jogada do Pôquer -, batendo todos os demais concorrentes do certame, oferecendo R$ 756.001,90 por uma permissão de táxi, para pagamento em 240 parcelas (20 anos), a partir de R$ 3,1 mil mensais, valor que será corrigido anualmente pela variaç
ler mais

Licitante oferece R$ 756 mil por uma permissão de táxi


A primeira etapa da Concorrência nº 3/2015, que prevê o ingresso de 89 prefixos de táxis na frota da Capital, foi vencida com a abertura de 511 envelopes contendo as propostas dos interessados. A sessão aconteceu no dia 12 de fevereiro, no Auditório Araújo Vianna. Foram selecionados os 150 maiores lances sendo que a primeira colocada, Susiane Aparecida Schuetz Ramos, apresentou o lance de R
ler mais

Táxis com informações em braile


A inclusão social é fator predominante no mundo moderno e o transporte público de passageiros precisa oferecer plenas condições para que todos possam se locomover sem dificuldades. O sistema de táxi de Porto Alegre deve passar por uma nova modificação beneficiando os deficientes visuais. No dia 15 deste mês foi aprovado o Projeto de Lei do Legislativo (PPL) nº 046/14, de autoria do verea
ler mais

Transporte público de passageiros com novos valores


Desde o dia 22 do mês passado a tarifa do ônibus de Porto Alegre está R$ 0,30 mais cara. Para se deslocar o passageiro paga R$ 3,25. Já o lotação é R$ 4,85 (50% a mais do que o ônibus). O índice de reajuste ficou em 10,17%, com o arredondamento sancionado pelo prefeito José Fortunati. O estudo técnico da Empresa Pública de Transporte e Circulaç
ler mais

A luta pela correção da tarifa do táxi


No início do mês passado, tão logo o governo federal autorizou o aumento do preço dos combustíveis, nós encaminhamos à Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) pedido de análise da média dos custos do gás natural veicular (GNV), gasolina e etanol.

A resposta chegou no dia 19, dando conta que o índice médio
ler mais