Obitu√°rio: 2014

2014

3 de janeiro - Por volta das 6h, o taxista JO√?O RODRIGUES DA SILVA, 61 anos, foi ao posto de combust√≠veis localizado na Av. Princesa Isabel, 688, esquina Rua Gomes Jardim, Santana, zona leste de Porto Alegre, para buscar o t√°xi prefixo 1362, Fiat Siena placas ITJ 3429. Ele planejava dar in√≠cio a sua jornada de trabalho, mas foi supreendido por um criminoso que estava assaltando o frentista e os funcion√°rios da loja de conveni√™ncia. Depois de obter cerca de R$ 300,00 o assaltante foi na dire√ß√£o de Jo√£o e de seu colega, Marcelo Ferraz dos Santos, que tamb√©m tinha ido buscar o t√°xi estacionado no local. Ele queria o dinheiro de ambos. Jo√£o tentou explicar que n√£o havia iniciado seu turno de trabalho e, por isso, ainda n√£o tinha nenhum valor. De forma covarde, o marginal abriu fogo e disparou duas vezes √† queima-roupa. Um tiro acertou o ombro de Jo√£o e o outro o peito. Levado ao Hospital de Pronto Socorro (HPS) recebeu atendimento, mas n√£o resistiu ao ferimento morrendo logo em seguida. Rodrigues era taxista h√° cerca de 20 anos, casado e pai de dois filhos, Leandro, 38 e Vit√≥ria, 15. Morava no bairro Santa Tereza e trabalhava no Ponto Fixo da Rua Jo√£o Abott esquina Av. Prot√°sio Alves. Seu corpo foi velado e sepultado no Cemit√©rio da Santa Casa de Miseric√≥rdia, em Porto Alegre. A pol√≠cia agiu r√°pido e esclareceu o crime com a pris√£o de Teimis Magno Cardoso Cunha, de 23 anos. Ele assaltou o frentista e a loja de conveni√™ncia e depois se dirigiu at√© o taxista exigindo dinheiro. Teimis foi reconhecido pelos funcion√°rios do posto, pois j√° trabalhou naquele local, sendo demitido logo ap√≥s agredir uma colega. Conforme o delegado Joel Wagner, do Departamento Estadual de Investiga√ß√Ķes Criminais (Deic), depois de matar Rodrigues, Teimis, seguiu a p√© e tomou outro t√°xi, para lev√°-lo at√© o Morro da Concei√ß√£o, onde reside. No final da corrida, apresentou a arma e assaltou a taxista, levando dinheiro e cheques de pagamentos de corridas de uma radiot√°xi. Teimis foi reconhecido pelos ex-colegas do posto, pois utilizava as mesmas roupas e mochila nas costas de sempre, al√©m de ter sido filmado pelas mais de cinco c√Ęmeras de vigil√Ęncia espalhadas no local. Na noite do dia seguinte ao crime ele foi encontrado pela Brigada Militar participando de um churrasco na casa de seu irm√£o, no bairro Colina, em Gua√≠ba, regi√£o metropolitana de Porto Alegre. Na delegacia do munic√≠pio vizinho da capital, Teimis, concedeu entrevista para a rep√≥rter Dayanne Rodrigues, da RBS TV, onde assumiu publicamente que cometeu o crime. "Confesso que fui eu e tenho que pagar pelo que fiz", disse Teimis durante a entrevista. O material foi ao ar no programa Teledomingo, do dia 5 e nos demais telejornais da RBS TV ao longo do dia seguinte.

28 de fevereiro - A pol√≠cia acredita que o taxista RODOLFO ENDRIGO RIBAS SILVA OLIVEIRA, 27 anos e seu primo, C√°ssio Daniel Oliveira da Silveira, 31, tenham sido v√≠timas de emboscada. Ambos foram mortos no in√≠cio da noite na Rua Alberto Viana Rosa, Morro Santana, zona leste de Porto Alegre. Rodolfo dirigia o t√°xi e foi atingido por cinco tiros, enquanto que C√°ssio estava no banco do passageiro e foi baleado quatro vezes. Todos os disparos foram feitos por algu√©m que estava no banco traseiro do ve√≠culo, configurando execu√ß√£o. A pol√≠cia descartou a hip√≥tese de latroc√≠nio (roubo seguido de morte), pois no interior do t√°xi havia cerca de R$ 1 mil em dinheiro e estojos de pistola .380. Os agentes da 1¬™ Delegacia de Homic√≠dios e Prote√ß√£o √† Pessoa (1¬™ DHPP) acreditam que foi um acerto de contas, j√° que o primo de Rodolfo, C√°ssio j√° foi condenado por tr√°fico de drogas e usava uma tornozeleira eletr√īnica.

22 de novembro - Na madrugada o taxista RONALDO DOS ANJOS HOLTZ, 42 anos, prefixo 4054, foi baleado na cabe√ßa √† queima-roupa, na Estrada Afonso Louren√ßo Mariante, Lomba do Pinheiro, zona leste da capital ga√ļcha. O crime est√° sendo investigado pela 1¬™ Delegacia de Pol√≠cia de Homic√≠dios e Prote√ß√£o √† Pessoa (1¬™ DHPP) e, segundo o delegado Felipe Bringhenti, que atendeu a ocorr√™ncia, a carteira, o celular e o dinheiro de Holtz n√£o foram encontrados. Uma testemunha viu um homem descer do Corsa, placas IQU 6787, ap√≥s o disparo. O taxista costumava ficar no Ponto Fixo da Av. Ant√īnio de Carvalho esquina Av. Bento Gon√ßalves e os colegas disseram que ele recebeu uma liga√ß√£o telef√īnica de um cliente conhecido para realizar uma corrida naquela regi√£o, mas √© prov√°vel que tenha pego outro passageiro na volta sendo assaltado e morto. O corpo de Ronaldo foi sepultado no Cemit√©rio Dois de Novembro, em Viam√£o, regi√£o metropolitana de Porto Alegre.